tudo ou nunca mais
homemensagem Theme
kazei:

(18+)

kazei:

(18+)

eartheld:

furstyphoto:

It’s camping season.

mostly nature
"Pessoas vão embora de todas as formas: vão embora da nossa vida, do nosso coração, do nosso abraço, da nossa amizade, da nossa admiração, do nosso país. E, muitas a quem dedicamos um profundo amor, morrem. E continuam imortais dentro da gente. A vida segue: doendo, rasgando, enchendo de saudade… Depois nos dá aceitação, ameniza a falta trazendo apenas a lembrança que não machuca mais: uma frase engraçada, uma filosofia de vida, um jeito tão característico, aquela peculiaridade da pessoa. Mas pessoas vão embora. As coisas acabam. Relações se esvaem, paixonites escorrem pelo ralo, adeuses começam a fazer sentido. E se a gente sente com estas idas e também vindas, é porque estamos vivos. Cuidemos deste agora. Muitos já se foram para nos ensinar que a vida é só um bocado de momento que pode durar cem anos ou cinco minutos. E não importa quanto tempo você teve para amar alguém, mas o amor que você investiu durante aquele tempo. Segundos podem ser eternidades… ou não. Depende da ocasião."
Marla de Queiroz. (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)
clockternal:

untitled by yttria.ariwahjoedi on Flickr.

clockternal:

untitled by yttria.ariwahjoedi on Flickr.

kazei:

(18+)

kazei:

(18+)

"E apesar dos poucos anos vividos, eu aprendi que tem coisa que nos toca pra ser descartada. Nem toda gente que tá aqui, do meu lado, merece ficar próximo. Assim como nem todos os outros que estão ali, longe de mim, devem permanecer distantes. Confesso que foi doído entender que as pessoas mudam. O amor vira pó e a raiva vira afeição, assim, sem ter muita explicação. Entendi, entre tropeços e tapas na cara, que nem todo mundo é amigo e possui um potinho de carinho ao meu favor. Tem quem distribua ódio de graça, mas - graças a Deus - tem quem distribua o bem também! Sei que não posso salvar a humanidade, mas faço parte dela e posso fazê-la melhor. Aqui não é um lugar ruim de se viver; nós, que aqui vivemos, é que somos péssimos habitantes. Mas isso não quer dizer que não haja bons inquilinos nesse ambiente cravado de coisas ruins. E são por essas pessoas - que tem um bom coração, não uma aparência bonita - que continuo acordando e me deixando ser. Não adianta trancar as portas e fechar as janelas: é preciso filtrar até mesmo as angustias que passam em nossas vidas. As realizações e conquistas são somente consequências, porque são com os erros e com as derrotas que a gente aprende. E cai. E levanta. E cai. E levanta, de novo. Porque são poucos os que não se incomodam em te ver de pé, mas são muitos os que fazem questão de te ver no chão. É por isso que tem pessoas feitas para serem descartadas, como um verdadeiro lixo empilhado no meio da nossa sala de estar da felicidade. A gente não deve carregar quem nos quer mal nas costas: dá dor na coluna, na auto-estima e na paciência. A gente não deve levar as angustias na mala: dá dor nos ombros e na alma. A gente não deve se deixar doer de graça."
— Capitule (via capitule)
"Sem ressentimentos, mas o amor também morre, meu amor; e a morte também ama, minha morte. E é no elo desse duelo desesperado que a gente decide se quer continuar fraco no amor ou se entregar forte até a morte. Tanto faz! Amar ou morrer é um pouco igual. É poder ser sincero e aceitar que nunca seremos para sempre."
Eu me chamo Antônio  (via capitule)
"As pessoas têm medo de si mesmas, de suas próprias realidades. O maior sentimento de que as pessoas falam é o amor, mas isso é uma besteira, das grandes. Amor machuca. Sentimentos são preocupantes. As pessoas são ensinadas que a dor é mau e perigosa, mas como elas pretendem lidar com o amor, se ainda estão com medo de sentir? Dor é para nos acordar. As pessoas tentam esconder suas dores. Elas estão erradas, não existe dor particular, dor é algo para levar, como um rádio. Você sente a sua força na experiência. Está tudo em como você carrega. Isso é o que importa. Dor é um sentimento e seus sentimentos são uma parte de você. Parte da sua própria realidade. Se você sentir vergonha deles, e escondê-los, você está deixando que o mundo destrua a sua realidade . A gente tem que aprender a defender o direito de sentir a nossa dor. Porque vez ou outra, vai doer."
Ciceero M. (via capitule)

1


Theme